Por Luiz Carli, Diretor Geral da OKI Data Brasil

A verdade é que em tempos de comunicação ágil e virtual, impactar o consumidor tem se tornando uma tarefa cada vez mais complexa. Quer um exemplo? Olhe agora a caixa de entrada de seu e-mail e veja quantas mensagens promocionais estão lá. Certamente são muitas, mas mesmo assim você dificilmente vai parar para ler cada uma delas. É por isso que, embora as tecnologias digitais tenham enorme valor para os negócios, algumas das principais empresas do planeta estão revitalizando uma antiga estratégia: enviar cartas impressas e personalizadas como diferencial para ampliar a comunicação com seus consumidores.
 
Não por acaso, muitos especialistas acreditam que estamos entrando em uma nova era das malas-direta, focado no renascimento do contato mais pessoal e direto entre marcas e consumidores. O motivo para isso seria o excesso de mensagens eletrônicas. Em síntese, o aumento do uso dos e-mails e mensagens digitais está provocando uma nova jornada, forçando as organizações a encontrarem novas formas de comunicação para estimular a conversa com os consumidores. 
 
De acordo com um estudo da consultoria canadense TrueImpact, três quartos dos consumidores afirmam que se lembrariam de uma marca após uma promoção de mala direta - contra 44% dos clientes que disseram o mesmo das promoções on-line. Além disso, a americana Enthusem, destaca que 51% dos possíveis clientes preferem que as empresas mesclem a combinação de correspondência física e e-mail.
 
Mas é bom dizer que não basta mandar cartas e ter um ótimo conteúdo para fazer sucesso. É essencial que o material também se destaque. Estamos uma época em que a atenção das pessoas é algo extremamente concorrido e, por isso mesmo, as empresas devem investir em formatos e modelos que permitam aproximar e conquistar os leitores. O envelope que abriga a mensagem, por exemplo, deve ser único e não pode deixar de se destacar e capturar o interesse do destinatário. As cores e formas são essenciais para fazer com que o consumidor abra a mala direta. 
 
As organizações que querem garantir que suas cartas realmente causem impacto no leitor devem começar suas estratégias por um planejamento que entenda e identifique o consumidor. É necessário considerar os gostos e desejos desse cliente, assim como é fundamental estudar e desenvolver em detalhes o material que será entregue ao destinatário, pensando até em qual impressora esse trabalho será feito. Inserir uma cor vibrante ou um design sofisticado à correspondência ajudará a peça a se destacar na caixa de correios e estimulará o leitor (consumidor) a abri-la antes de outras cartas.
 
Isso porque a forma e a cor têm uma grande influência em nossa mente. Vermelho pode provocar paixão, laranja pode transmitir energia, amarelo pode dar a sensação de felicidade, azul pode se relacionar com a confiança etc. Ou seja: cada cor tem sua própria emoção e razão de uso. Cartas e mensagens em papel branco, mesmo que com texto personalizado, não agregam nada novo. Para realmente se destacar, as empresas precisam pensar em criar designs mais exclusivos que usem mais de uma cor.
 
Vale salientar que a evolução da indústria tem permitido que a elaboração de materiais mais coloridos e em formatos diferenciados já não significam custos mais altos para as empresas. Hoje, o mercado de impressão conta com opções modernas, prontas para imprimir em cores de forma mais econômica e prática. Isso significa que as gráficas, e até mesmo as próprias empresas, podem formar estruturas e projetos mais eficientes e com capacidade suficiente para executar campanhas de mala direta ou de personalização das peças de comunicação impressa com menor custo e uma vantagem competitiva real. 
 
Exemplo dessa transformação é a recente inovação trazida pela adição do toner branco à tradicional impressão em quatro cores, que hoje está disponível por conta dos avanços da tecnologia de impressão LED. Como resultado, as equipes de arte e marketing podem aumentar os limites da criatividade e preparar peças que realmente terão chances de se destacar diante do público com uma impressionante cor branca, além da aplicação de cor sobre cor, produzindo imagens mais atraentes.
 
Isso é especialmente eficaz para a impressão em papéis com cores escuras. Tradicionalmente, imprimir em cores ou em branco nestes papeis envolvia processos de impressão demorados e caros, o que muitas vezes dificultava a oferta deste tipo de solução para as gráficas e pequenos bureaux. Agora, as novas tecnologias já permitem esse tipo de impressão sob demanda de forma muito mais acessível, permitindo que as gráficas ampliem a gama de serviços que podem oferecer a seus clientes.
 
Em um mundo ágil e cuja dificuldade para se atrair a atenção das pessoas é cada vez maior, o visual da comunicação é um ponto essencial e que não pode ser negligenciado. Não é apenas o conteúdo que marca. Para maximizar a eficiência e o acabamento dos materiais, a impressora escolhida deve suportar vários substratos, como papel comum, mídia sintética, poliéster, filme transparente, cartolina mais pesada e papel transfer, entre outros.
 
A impressão digital suporta facilmente a personalização e isso precisa ser utilizado para extrair valor das comunicações. O mercado está mudando e não se pode perder nenhuma chance de impacto. O sucesso de suas ações começa na cor, no design e na sensação que essas peças causam no consumidor. É preciso ter atenção a isso para causar realmente uma boa impressão e, ainda mais, bons resultados.

Sobre a OKI

A OKI é uma das principais marcas de soluções de impressão do mundo, com mais de 45 anos de experiência no mercado e presença em mais de 120 países. No Brasil há 22 anos, se destaca por seu pioneirismo e desenvolvimento de tecnologias inovadoras. Com uma linha completa de mais de 20 modelos, a OKI possui impressoras e multifuncionais LED monocromáticas e em cores, além de matriciais. A companhia faz parte do grupo japonês OKI Electric Industry, fundado em 1881, composto por empresas dos setores de telecomunicações, informática, eletroeletrônicos e componentes. O grupo emprega diretamente mais de 16.000 funcionários e fatura mundialmente US$ 4,5 bilhões.
 
 /okidatadobrasil
 @OKIDATABrasil
 /okidatabrasil

INFORMAÇÕES PARA A IMPRENSA – OKI Data

PLANIN 
Angélica Consiglio, Beatriz Imenes e equipe - www.planin.com
Contato: Carol Tiago, Thelma Kai e Sabrina Andrade
oki@planin.com – (11) 2138-8947

Siga-nos nas redes sociais

facebook youtube

Copyright ©1995-2019 Oki Data Americas, Inc.